sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Reviravoltas da vida.


Na viagem que estamos a fazer nesta vibração, por vezes somos confrontados com situações, que desconhecemos, que alteram o ritmo e o percurso da nossa caminhada, quando tudo parecia um mar de rosas.
Quantas vezes não ouvimos já que a vida deu uma reviravolta? Reviravoltas, que não acontecem só aos outros.
As razões para essas reviravoltas?
Não tenho explicação, se tivesse seria bem mais fácil... sei que nada acontece por acaso, e que tudo o que acontece é para nosso bem.
Se bem que no viver dessas reviravoltas,pareça que estamos ensombrado por nuvens escuras, e fica complicado gerir os pensamentos.
Quando nos propomos (o nosso eu), a mais uma vivência, fazemos a escolha do que pretendemos ser, qual a nossa intenção, e só regressamos quando o nosso objectivo tiver sido cumprido.
A ideia de destino, é interessante.
Destino é chegada.
Somos livres de escolher o nosso percurso até ao nosso destino.
Nesta caminhada, acredito que tenhamos que passar por etapas que nos ajudam não só a adquirir mais experiência e a tornarmo-nos melhores pessoas, como a ajustarmo-nos ao nosso percurso até ao nossso destino.

Sem comentários:

Enviar um comentário