terça-feira, 27 de outubro de 2015

Escolho continuar a ser!

Escolho Continuar a ser!


Nesta viagem que escolhemos para viver mais uma experiência de vida que irá contribuir para a nossa evolução, sem nos apercebermos, estamos constantemente a decidir.
Aparentemente, há decisões que nos parecem inocentes, no entanto, todas elas são uma escolha do nosso caminho.
Já ouvimos a frase que uma pequena mentira pode ter graves consequências. Esta realidade também se aplica às decisões. Uma decisão é uma escolha, uma escolha de caminhos.
Há escolhas mais fáceis do que outras, provavelmente é a dificuldade da escolha que que as torna em grandes ou pequenas, sem analisamos as suas consequências.
Uma pequena escolha pode resultar em grandes consequências. Por isso insisto que todas as escolhas sejam em consciência. A consciência sabe tudo.
No decorrer desta minha viagem, gosto de lhe chamar assim, tive que fazer escolhas.
Não posso afirmar se as escolhas foram ou não boas, desconheço os caminhos a que as outras opções me levariam.
Hoje, porque conheço o caminho das escolhas que fiz, pondero se em algumas decisões não deveria ter optado de forma diferente.
No entanto desconheço por completo se o caminho seria melhor.
Acredito que somos nós quem escolhe, decide o nosso caminho. Sou da opinião que há determinados "pontos" da nossa viagem pelos quais temos que passar. Somos como que empurrados para esses pontos.
Numa decisão importante, muito importante para mim, percebi que tinha que "criar", altera o rumo para não desistir de ser. Estava a desistir.
Escolhi abrir uma porta que me levará a um caminho que como os outros desconheço. Sou eu quem o vai ter que construir.
Olhar o futuro com os olhos da mente, escolha provoca ansiedade.
É a matreira da mente a falar com todas as suas artimanhas que me deixa ansioso. Antes a ansiedade do que deixar de ser.

Sem comentários:

Enviar um comentário